sábado, 11 de dezembro de 2010

Abra Seu Coração para Cristo, Se Puder



Abra Seu Coração para Cristo, Se Puder 
por
Raniere Menezes



Quase todos os folhetos evangelísticos de hoje, de uma forma ou de outra, sempre convidam o Senhor Jesus para entrar em seu coração. Esse é o padrão que chamamos de arminianismo: “você já convidou Jesus para entrar em seu coração? Se não, faça essa oração com sinceridade agora: blá, blá, blá...”


Em confronto direto com essa baboseira a Confissão de Westminster declara na seção III do capítulo IX: O homem, caindo em um estado de pecado, perdeu totalmente todo o poder de vontade quanto a qualquer bem espiritual que acompanhe a salvação, de sorte que um homem natural, inteiramente adverso a esse bem e morto no pecado, é incapaz de, pelo seu próprio poder, converter-se ou mesmo preparar-se para isso. Ref. Rom. 5:6 e 8:7-8; João 15:5; Rom. 3:9-10, 12, 23; Ef. 2:1, 5; Col. 2:13; João 6:44, 65; I Cor. 2:14; Tito 3:3-5.

Podemos ainda perguntar aos que não acreditam que a natureza humana está escravizada pelo pecado: como pode um herdeiro de Adão que nasce em pecado (depravação herdada), que nasce espiritualmente morto, inimigo de Deus (João 5.40), cego, surdo para as coisas do Espírito Santo, com a mente em trevas (obscurecida pelo pecado) e ainda com o coração corrupto, desesperadamente corrupto, convidar Jesus para entrar em seu coração? Como, nessas condições de incapacidade poderá amar a Deus e compreender as coisas espirituais? Isto é absolutamente impossível!

“Mas, e Apocalipse 3.20 e João 1.12”? – alguém poderia questionar? Bom, vejamos, o primeiro texto a ênfase não está em “abrir a porta” usando o livre-arbítrio, como os arminianos querem, mas em “ouvir a voz”. Aqui, João nos esclarece: Todo aquele que é da verdade ouve a minha voz. (João 18.37b), e ainda João 10.3-27 (confira!), em destaque o verso 27: As minhas ovelhas ouvem a minha voz; eu as conheço, e elas me seguem. – Além do mais o contexto de apocalipse está se referindo a um chamado ao arrependimento de crentes desviados da igreja de Laodicéia, não um apelo à moda Billy Granhan.

E sobre João 1.12 parte a?: Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus. – Se olharmos para o versículo anterior: Veio para o que era seu, e os seus não o receberam. (v.11), iremos perceber que grande parte do povo judeu não creu que Jesus era o Deus Criador. Esse é o contexto desde o verso 1: No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por intermédio dele, e, sem ele, nada do que foi feito se fez. (vv.1-3). E o v.10 não deixa dúvida: O Verbo estava no mundo, o mundo foi feito por intermédio dele, mas o mundo não o conheceu. Cristo é o Deus Criador! Mas muitos judeus não creram!

Voltemos, finalmente ao verso 12 em questão: Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que crêem no seu nome. – Olhe agora para a parte b: aos que crêem no seu nome. A ênfase está aí! A ênfase está em “CRER”, e eles não creram. Mas porque não creram? João não pode entrar em contradição, veja João 12.37-40 e tenha a resposta bíblica: E, embora tivesse feito tantos sinais na sua presença, não creram nele, para se cumprir a palavra do profeta Isaías, que diz: Senhor, quem creu em nossa pregação? E a quem foi revelado o braço do Senhor? Por isso, não podiam crer, porque Isaías disse ainda: Cegou-lhes os olhos e endureceu-lhes o coração, para que não vejam com os olhos, nem entendam com o coração, e se convertam, e sejam por mim curados. – Enfim, abra o seu coração para Cristo, se puder!


(texto extraído de www.monergismo.com)


Ver o artigo ou a parte seguinte Ver o artigo ou a parte anterior Ver a página principal
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...