sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Meu Testamento (doação de órgãos)

No programa "Vejam Só" do canal RIT de 08 de fevereiro de 2011, o tema que foi discutido foi "Se doar é um ato de amor, por que os cristãos doam tão pouco seus orgãos?".

Lá, Tadeu Thome (Coordenador do Departamento de Coordenação de Transplantes da ABTO) trouxe informações importantes sobre o assunto e o pastor evangélico Orestes Machado ("Brasil Para Cristo") defendia a idéia de que cristãos deviam sim doar seus órgãos, pois isso é uma demonstração de amor ao próximo..

Eu concordo com ele, e abaixo segue um texto que ele leu, que achei muito interessante e assino em baixo:



Meu Testamento...
Um dia um médico determinará que o meu cérebro parou de funcionar. De um modo essencial a minha vida parou. Quando isto acontecer, não tentem introduzir uma vida artificial em meu coração através de uma máquina. 

Neste instante, dêem meus olhos pra um homem que nunca viu o nascer do Sol, a face de um bebê ou o amor nos olhos de uma mulher. 

Meu coração para uma pessoa a quem seu próprio coração tem causado dias de sofrimento. 

Meus rins dêem para quem dependa de uma máquina para existir semana após semana. 

Dêem meu sangue, meus ossos, todos os meus músculos, meus nervos e encontrem um jeito de fazer uma criança paralítica andar. 

Explorem cada canto do meu cérebro. Tomem todas as minhas células, se necessário, deixem-nas crescer; um dia um garoto mudo poderá gritar quando seu time fizer gol e uma garota surda poderá contemplar o som da chuva através da janela de seu quarto.  

Queimem o que restou de mim e joguem as cinzas ao vento para ajudar as flores a crescerem.

Se realmente quiserem enterrar alguma coisa, enterrem minhas falhas, minhas fraquezas e tudo com o que prejudiquei meu próximo.  

Por favor, dêem meus pecados ao diabo e minha alma a Deus... 

Se desejarem lembrar de mim, façam isso com uma doação ou uma palavra a alguém que esteja necessitado.  

E se fizerem tudo isso, eu viverei para sempre... 




((((((((((Giovanna Márcia Zagnolli))))))))))

Falecida em 22/12/1980, aos 18 anos de uma doença rára chamada Púrpura Trombocitopênica que ataca o sangue e costuma se manifestar em mulheres jovens, esta carta foi encontrada por seu irmão anos depois de sua morte em seu quarto... Giovanna a chamou de "MEU TESTAMENTO".




Texto e considerações finais extraídos de: http://ricardodiricardo.zip.net/arch2006-03-01_2006-03-31.html


Leandro de F. Mendes disse...

Concordo com você.
Essa carta é, realmente, uma prova de amor pelo ser humano.

Ministério disse...

Olá, blogueiro (a),

Salvar vidas por meio da palavra. Isso é possível.

Participe da Campanha Nacional de Doação de Órgãos. Divulgue a importância do ato de doar. Para ser doador de órgãos, basta conversar com sua família e deixar clara a sua vontade. Não é preciso deixar nada por escrito, em nenhum documento.

Acesse www.doevida.com.br

e saiba mais.

Para obter material de divulgação, entre em contato com comunicacao@saude.gov.br

Atenciosamente,

Ministério da Saúde
Siga-nos no Twitter: www.twitter.com/minsaude

Barrabás disse...

Obrigado pelo comentário, "Ministério"!!

Vou tentar obter esse material de divulgação!


Bill, é isso mesmo..

Ver o artigo ou a parte seguinte Ver o artigo ou a parte anterior Ver a página principal
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...