quinta-feira, 15 de março de 2012

(música) Mirror Of Souls (Theocracy)



I. A Casa dos Espelhos


Escute a história que eu contarei
Um sonho assombroso que eu conheço bem:
"Quando estava andando pra casa sozinho, uma noite
Meu caminho revelado á luz de velas
A frente eu vejo uma porta aberta
Eu não tinha nenhuma idéia do que tinha dentro
Eu olho dentro da porta para ver
Uma sala de espelhos acena-me
Eu respirei fundo e entrei."
Uma história de amor e orgulho destruído
"A porta bateu, eu comecei a correr
E parecia que a minha jornada havia começado...


Eu corri e virei, de lado a lado
Com medo e pânico em meus olhos
Uma imensa vastidão
Com espelhos até onde os olhos podem ver
Eu me vejo em cada um
Eu vejo as coisas que eu fiz
Mil formas de bajulação
O medo logo se transforma em arrogância em mim


Espelhos diferentes, formas diferentes
Meus diferentes pontos fortes acentuam-se
Cada Espelho tem um nome e um rosto
E todos me refletem de certa forma
Eu olhei pra eles para ver a mim mesmo
Para julgar minha vida por outra pessoa"
As metáforas são repletas:
Os espelhos são as pessoas que eu conheci


Olha para o homem que você vê - Nos espelhos
As coisas que você pode ser - Nos espelhos
A minha glória revelada nos olhos dos espelhos
O Espelho nunca mente
O Fogo em meus olhos - Nos Espelhos
A Vaidade cresce - Nos Espelhos
O Poder do orgulho vem vivo nos espelhos


"Olhando nos espelhos eu contemplo
Todos os grandes capítulos da minha história já contada
Nos espelhos
O Mundo transformou-se em ouro"


(Seção Orquestral)


No fim da Sala dos Espelhos
Eu contemplo uma porta de Ouro
Eu imaginei toda a beleza
Que o outro lado deve ter dentro
Então eu rapidamente estiquei a minha mão
Para entrar na sala ao lado nessa terra prometida
Eu puxei e a porta gigante abriu
Para continuar a minha jornada, eu entrei
Mas ela bateu atrás de mim, e eu estou de volta pra fora
A chuva me recebe
Nos abraços da mais fria e escura noite


II. O Estranho na Tempestade


A Luz dos espelhos desapareceu
Numa memória distante
Como a chuva continua caindo
Minha vela apagou
Eu me esforço para andar num caminho que Eu não posso ver
E a chuva continua caindo


A escuridão cresce a cada passo
Eu poderia cortá-la com uma faca
Como a chuva continua caindo
Eu não posso ver nada e eu nunca me senti
Tão sozinho em toda a minha vida
Mas a chuva continua caindo...


Pego na fúria da tempestade
(A escuridão sufoca)
Corpo e alma cansados e desgastados
(Outra ironia do destino)
Nunca tive tanto medo antes
(O fim dessa história?)
Nunca deveria ter aberto a porta
(Da euforia para o Inferno)


Eu questionei a minha fé, meu fim
Morrer nessa tempestade
Talvez esse era o plano
Desde o dia que eu nasci
Mas, na sala dos espelhos eu me senti tão bem
Eu não consigo andar outra milha nesse alagamento
Então, conformado com o meu destino, eu apenas entrei em colapso na lama
Se eu não consigo continuar, eu irei simplesmente deitar e morrer


De repente eu vejo uma luz, brilhando distantemente
Eu fiz o meu caminho até aquilo com a minha pouca esperança renascida
Assim que eu me aproximava, a Luz tornava-se mais clara
Embora a chuva causasse resistência
Mas eu continuei e orei. Esse é um abrigo da tempestade.
Agora, avançando em direção à luz
Eu estou me movendo rapidamente para a frente
Esta esperança tem me dado uma nova força
Que eu pensei que eu nunca conheceria
Mas ao dar um passo, eu cai de volta
E o chão abaixo de mim se foi
E eis que, iluminado pelo brilho quente da luz
Um abismo escuro, um grande abismo
A vastidão do nada
Um poço que não tem fundo, tanto quanto os olhos podem ver
Ele abrange todo o horizonte, e não há nenhuma maneira de atravessá-lo
Meu coração solitário está quebrado e toda a esperança que eu tinha está perdida


Estou espantado ao sentir uma mão no meu ombro
Volto-me para ver uma figura sombreada na chuva
Mas de alguma forma eu não tenho medo dele
Mesmo quando ele fala meu nome
E de alguma forma posso dizer que ele não quer me prejudicar
Só pela paz que eu vejo em seus olhos
E mesmo que eu nunca tenha visto ele antes
É como se ele me conhecesse toda a minha vida
"Por que você está chorando?" o estranho pergunta
Ao enxugar as lágrimas
Eu aponto para o grande abismo
A fonte de todos os meus medos


"Eu tenho que atravessar e chegar a essa luz
Ela representa a minha única esperança nesta noite
Mas quando vi o abismo, toda a esperança se perdeu
Eu passei tanto tempo na escuridão e na chuva
Que a visão da luz fez meu coração cantar novamente
Mas o abismo é tão grande, e não há nenhuma maneira de atravessá-lo"


O estranho sorriu e pegou minha mão
Ele disse: "Mas você está errado, meu amigo
Você não pode atravessar o abismo por você mesmo, isso é verdade "
Ele me levou em direção à borda
E apenas apontou sobre o abismo
E disse: "Eis que eu construí uma ponte para você"


(Solo)


Eu atravessei a ponte em direção á Luz
O Estranho salvou a minha vida nesta noite
Eu virei para tentar agradecê-lo, mas ele se foi
Um caminho longo até o outro lado
Eu irei fazer o meu caminho sem o meu guia
Sem tempo para gastar, pois eu preciso continuar


A luz clara brilha por trás
Uma porta a frente, com uma descrição
Sangue e arranhões marcam a porta de eras de abuso
Não estou mais confuso.
Em cima da porta há uma descrição envelhecida
"Todos aqueles que queiram ver a realidade, entrem na Sala da Verdade"
E assim eu fiz


III. A Verdade Revelada


Assim que eu entrei
Eu pude ver outro espelho
Um espelho tão brilhante
Que eu tive que virar os meus olhos
Um espelho tão alto
Eu comecei a questionar todos os outros
E enquanto eu estava em pé na Sala da Verdade
Meu coração só pôde dizer:
"Mostre-me a verdade, eu não sei no que acreditar
Todos aqueles espelhos me mostraram uma coisa diferente
E o meu orgulho deu lugar à miséria
Eu fiquei tanto tempo no escuro e na chuva
Que aquele sinal de luz fez meu coração cantar de novo
E o estranho construiu uma ponte pra eu atravessar"


"EIS a ti mesmo" uma voz ressoa
Num trovão paralisante
Ele ecoou através de toda a sala
E fez eu me ajoelhar
Quando a voz chama o meu nome
Eu sou dominado de temor e maravilha


Enquanto eu lentamente começo a levantar
E defronto o grande espelho á minha frente
Quando eu abro meus olhos, eu tive que fechá-los de novo
Mas a imagem continua gravada em minha mente...
Um rosto com olhos tão negros quanto a noite
Uma visão aterrorizante
A carne apodrecendo na doença e decadência
Ela é mutilada pela doença
Eu sou incapaz de respirar
Diga-me que tipo de criatura isso pode ser
Por que isso não sou eu


Eu fugi o mais rápido que os meus pés puderam
De volta á principal porta da noite
Até mesmo a tempestade que quase reivindicou minha vida
Era melhor que isso
E então eu abri a porta com tudo e vi um homem
(A figura de um homem)
O estranho da tempestade retornou de novo
(Para me salvar mais uma vez?)
Eu vejo entendimento em seus olhos
(Ele já tinha visto tudo isso antes)
Talvez ele possa me dizer o que eu vi atrás dessa porta


"Diga-me o que eu vi no espelho
Antes de eu fugir
Diga-me o que eu vi no espelho
A face da doença e decadência
Diga me o que eu vi no espelho
Que me deixou aterrorizado
Com os olhos escurecidos e sem vida?
Aquilo era um demônio
Das ondas ardentes?
Aquilo era o morto-vivo
Do além da sepultura?"
Oh a face que eu contemplei no espelho
Me deixou paralisado
Você não me dirá o que eu vi
No espelho nesta noite?


"A luz vinda do espelho que você viu de longe
O Espelho das Almas mostra todos os homens como eles são
Você entrou na sala e pediu pela verdade
O homem que você viu no espelho era VOCÊ"


"Não! Não me mostre a verdade
Porque eu não quero acreditar
No que o Espelho das Almas
Revelou-me
E a face que eu vi refletida não pode ser eu
Morrendo e perdido nos braços da decadência
Eu não reconheço a face que eu vi hoje
E se você diz que essa é a minha face, eu tenho que discordar"


O significado dessas coisas que eu vi:
O espelho são os olhos sagrados de Deus
A verdade revelada antes de mim
Com essas palavras do estranho:
"O espelho que você viu na sala um tempo atrás
Eram espelhos de mentiras, não refletindo a alma
Quando você olha aos outros para ver o que eles vêem
Você vê uma ilusão, decepção, falsa realidade"


Eu tenho visto minha alma no espelho
E isso me despedaçou
Eu me vi com tanta clareza
Que eu nunca tinha visto
"Você não pode tirar toda essa doença
Da minha alma e me libertar?
Você pode me salvar...Eu acredito"
E então ele disse, "Levante, minha criança
Sua fé te fez reconciliado
Agora olhe para o espelho mais uma vez"
Nós andamos junto pela porta
E eu olhei no vidro mais uma vez
Mas o único refletido de volta era ele
De alguma forma, o único refletido de volta era ele


Contemplando no espelho da minha alma
Olhando fixamente para o homem que tomou meu lugar
E me fez todo
No Espelho
No Espelho da minha Alma




Ver o artigo ou a parte seguinte Ver o artigo ou a parte anterior Ver a página principal
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...