quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Ordo Salutis "Ordem de Salvação" (Thiago Machado Silva)

Extraído de: Hospital da Alma

Dentro da teologia reformada, existe uma expressão latim chamada ORDO SALUTIS, que em português é a ORDEM DE SALVAÇÃO. É uma doutrina muito importante e interessante que o cristão deve buscar entender. O entendimento da ORDO SALUTIS muda nossa maneira de nos relacionar com Deus e afeta muitas áreas de nossa vida, inclusive a adoração e o evangelismo.

Um teólogo chamado Berkhof define a Ordem de Salvação da seguinte maneira:

A Ordo salutis descreve o processo pelo qual a obra de salvação, realizada em Cristo, é concretizada subjetivamente nos corações e vida dos pecadores.

Em outras palavras, a ORDO SALUTIS resume a ordem por meio da qual os diversos benefícios da salvação alcançados por Cristo são aplicados aos pecadores escolhidos por Deus. Portanto, a ORDO SALUTIS enfatiza uma sequência lógica, não cronológica, dos elementos da salvação. São eles:

1. Eleição: Deus, em sua soberania e presciência, escolhe, antes da fundação do mundo, aqueles pecadores que seriam salvos pela graça.

2. Chamado: Deus, pela proclamação da Palavra, chama aqueles que Ele mesmo escolheu, e estes respondem com fé salvadora, que o próprio Deus gera no coração do homem.

3. Regeneração: Deus aplica o novo nascimento, ou seja, concede vida ao que foi chamado, que outrora estava morto em seus delitos e pecados.

4. Conversão: Deus move nosso coração e mente para responder positivamente ao chamado do evangelho, arrependendo-nos dos pecados e colocando nossa fé em Cristo.

5. Justificação: Deus nos declara justos, perdoando os nossos pecados e imputando a justiça de Cristo a nós.

6. Adoção: Deus nos adota como filhos, nos tornando membros de sua família. Agora não mais escravos de satanás, mas filhos de Deus.

7. Santificação: Deus, a cada dia vai nos tornando mais santos, conforme a imagem de Jesus Cristo, a medida que renunciamos o pecado. É um trabalho de Deus, mas que nós temos nossa responsabilidade também.

8. Perseverança: Deus é que vai nos sustentar durante nossa caminhada aqui na terra. Todos aqueles que foram regenerados e justificados por Deus, irão perseverar até o fim de suas vidas.

9. Glorificação: Deus finalmente vai remover todo vestígio e traços do pecado que ainda permanece em nós, e vai nos dar um corpo glorificado, ressurreto.


Não sei se você notou bem, mas dê mais uma olhada para os nove elementos e perceba que todos eles começam com DEUS. É Deus quem escolhe, chama, regenera, converte, justifica, adota como filhos, santifica, sustenta em nossa caminhada e nos glorifica. A Salvação é obra totalmente de Deus. É graça, favor imerecido. É Deus quem toma a iniciativa, é Deus quem vem ao nosso encontro, e é Deus quem sustenta nossa vida até o fim.

Quando entendemos a ordo salutis, entendemos que não é a nossa performance que vai nos tornar aceitos por Deus. Não é o que eu faço que vai fazer Deus me salvar. Eu tenho sim responsabilidades, coisas para fazer, mas essas coisas não determinam a minha salvação. O que eu faço é em resposta a algo que já foi feito por Deus em mim.

Essa doutrina deve nos tirar do pedestal, nos tirar do centro do universo, e colocar o único que é o centro de todas as coisas: DEUS! Precisamos nos humilhar, colocar os joelhos no chão, clamar por misericórdia e agradecer a Deus por tamanha obra que Ele realizou em nossas vidas.

Extraído de: Hospital da Alma


Ver o artigo ou a parte seguinte Ver o artigo ou a parte anterior Ver a página principal
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...