segunda-feira, 13 de maio de 2013

Por quem Cristo morreu? (Rev. Angus Stewart) - parte 01 de 04


Extraído de: Bereianos

Por quem Jesus Cristo, o Filho encarnado de Deus, morreu sobre a cruz? Esta questão fundamental deve ser especialmente feita e respondida em nossos dias, porque muitos acreditam que o Senhor derramou o Seu sangue por todos, cabeça por cabeça, sem excluir ninguém. Esta visão da expiação universal é pregada em muitos púlpitos e amplamente promovida como se fosse a verdade do evangelho. Mas esta posição precisa ser analizada cuidadosamente. É realmente verdade que Cristo deu a sua vida para salvar a todos, sem exceção?

Este curto panfleto apresenta dezenove argumentos simples contra este erro popular. Primeiro, ele mostra que a visão de que o Filho de Deus morreu por todos os homens é absolutamente insensata e contraditória. Do primeiro ao oitvavo, os argumentos são apresentados na forma: "Cristo Realmente Morreu por...?" O nono argumento lista nomes antiteticamente bíblicos dados àqueles por quem o Salvador derramou Seu sangue. Segundo, a expiação universal é excluída por considerações da Santa Trindade, dos sacrifícios do Antigo Testamento e da verdade que a morte de Cristo verdadeiramente expia e salva - do décimo ao décimo terceiro argumento. Terceiro, cinco capítulos bíblicos bem conhecidos e pertinentes são expostos provando a redenção particular, que Jesus entregou Sua vida somente pelos eleitos - do décimo quarto ao décimo oitavo argumento -, o qual é o ensino dos credos reformados com base na Palavra de Deus - o décimo nono argumento. Os leitores são convidados a verificarem e estudarem os textos bíblicos citados ao longo deste panfleto, o que é especialmente importante do décimo quarto ao décimo oitavo argumento.

1. Cristo Realmente Morreu por Aqueles que Já Estavam no Inferno?

Como o Deus Trino, que possui sabedoria e entendimento infinitos, enviaria o Seu amado Filho para resgatar do pecado e do inferno aqueles que já estavam no inferno, um lugar de tormento no qual os condenados não têm escapatória? (v. Lc 16v26, Mc 9v43-48, Ap 14v10-11)


2. Cristo Realmente Morreu por Aqueles que Já haviam Cometido o Pecado Imperdoável?

Em Seu ministério público, Jesus falou do pecado imperdoável: "Todo aquele que disser uma palavra contra o Filho do homem será perdoado, mas quem falar contra o Espírito Santo não será perdoado, nem nesta era nem na que há de vir" - Mt 12v32. Cristo não estava falando aqui, apenas de forma abstrata; alguns dos seus ouvintes naquele dia haviam cometido aquele pecado (v22-37). Logo, O Senhor sabia que algumas pessoas, incluindo os fariseus perante Ele (v24), não seriam perdoados. Que sentido então teria no Salvador morrer para a redenção e remissão (v. Ef 1v7) daqueles que Ele já sabia que não seriam perdoados?


3. Cristo Realmente Morreu por Aqueles que Nunca Ouviram o Evangelho?

Deus enviou a Sua Palavra para um só povo, os israelitas, durante a era do Antigo Testamento, e "Ele não fez isso a nenhuma outra nação" - Sl 147v20 (v. Sl 147v19, At 14v16). Além disso, o Senhor também não envia o evangelho para todo mundo na era do Novo Testamento (v. Mt 24v14, At 16v6-8). Então, por que Deus enviaria o Seu Filho para morrer por aqueles que nunca ouviram o evangelho e, portanto, nunca poderiam ser salvos? (v. Rm 10v14,17)


4. Cristo Realmente Morreu por Judas, o Filho da Perdição?

A Bíblia ensina que Judas era "o filho da perdição" [1] - Jo 17v12 - isto é, um homem totalmente caracterizado pela decadência, ruína e destruição eterna. Será que o Senhor realmente morreu por Judas embora soubesse que o Antigo Testamento já havia profetizado que Judas o trairia (v. Sl 41v9, 109v6-19) e iria "para o lugar que lhe era devido" - At 1v25 - ou seja o inferno? (v. Jo 17v12).


5. Cristo Realmente Morreu por Esaú a Quem Deus odiou?

A Escritura afirma que Deus odiou Esaú (v. Rm 9v13), entretanto, a expiação do Salvador por diversas vezes é apresentada como sendo o fruto do amor de Deus (v. Jo 3v16, Rm 5v8, 1Jo 4v10). Como então Deus enviaria o Seu Filho, em Seu infinito e eterno amor (v. Ef 3v18-19) para morrer por Esaú a quem Ele odiava?


6. Cristo Realmente Morreu pela Falsa Igreja, a Meretriz?

Uma vez que o sacrifício do Senhor é fundamentado em Seu amor por aqueles por quem Ele morreu (v. Jo 15v13, Gl 2v20, Ef 5v25), se Ele entregou a sua vida por absolutamente todos, logo, ele também amou e morreu pela falsa igreja, a meretriz, e as multidões que fornicam com ela em sua adoração pervertida (v. Ap 17v1-2, 15)! Mas Efésios capítulo 5 verso 25 ensina que o Filho de Deus "amou a igreja e entregou-se por ela". Nenhuma menção é feita do amor de Cristo ou morte de Cristo por aquela que não é a verdadeira igreja eleita, a qual é santificada pela Palavra purificadora de Deus (v26) e apresentanda imaculada no último dia (v27).

Se o Senhor Jesus amou e morreu por todos, cabeça por cabeça - o que necessariamente inclui a falsa igreja -, então Ele "amou a igreja [e a falsa igreja] e entregou-se por [ambas]" - v25. Logo, os maridos seriam ordenados: "amai vossa mulher, como também Cristo amou a igreja [e a falsa igreja]." Assim, os maridos teriam de amar suas esposas assim como Cristo ama Sua noiva e uma prostituta, a falsa igreja.

Mas a Escritura ensina que o nosso Salvador tem uma noiva, a igreja de todas as eras (v. Ap 21v2). Ele a amou e se entregou por ela somente. Isso, e não a teoria de que o Redentor amou e morreu por todos, é a verdade da cruz e o modelo bíblico para os maridos cristãos que não devem amar e se entregar à prostitutas.


7. Cristo Realmente Morreu pelo Anticristo e Seus Seguidores?

Se o Senhor Jesus morreu por todos os homens, então segue-se que Ele foi crucificado para salvar o Anticristo, o "homem do pecado" - 2Ts 2v3 - que "se opõe e se exalta acima de tudo o que se chama Deus ou é objeto de adoração" - v4. Este homem é o ápice da obra do "mistério da iniquidade" - v7 - aquele que trabalha com "todas as formas de engano da injustiça" - v10 - cuja "vinda desse perverso é segundo a ação de Satanás, com todo o poder, com sinais e com maravilhas enganadoras" - v9. É possível que o Pai entregou Cristo para morrer pelo Anticristo? Aquele que é Deus e homem realmente foi para a cruz em favor do homem de Satanás, o "homem do pecado" e "filho da perdição" - v3 - aquele que é distinguido pela iniqüidade e destruição eterna? O Deus eterno, onisciente realmente enviou o Seu Filho para reconciliar o iníquo, o qual Ele ordenou que fosse destruído pelo "sopro de Sua boca [Cristo]" e "pela manifestação de Sua vinda" - v8?

A passagem de 2 Tessalonicenses 2 também fala dos seguidores do Anticristo. Eles rejeitaram a verdade e o filho da perdição os enganou; portanto, ambas as partes são culpadas - v10. Mas também lemos que "por essa razão Deus lhes envia um poder sedutor, a fim de que creiam na mentira e sejam condenados." - v11, 12. Se Deus os amou e entregou Seu Filho para morrer por eles e realmente deseja reconciliá-los Consigo mesmo, então por que Ele lhes envia um poder sedutor a fim de que eles acreditem na mentira, para que todos sejam condenados (v11, 12)?

Da mesma forma, a morte de Cristo por absolutamente todos, mostra o Cordeiro de Deus oferecendo a Si mesmo como um sacrifício pela besta e pelo falso profeta a quem nos é dito que serão "lançados vivos no lago de fogo que arde com enxofre" - Ap 19v20. Além disso, "aqueles cujos nomes não foram encontrados no livro da vida [serão] lançados no lago de fogo" - Ap 20v15. Se realmente o Filho de Deus morreu por eles, Seu resgate não fez nada para livrá-los do castigo eterno.



_____________________________
Nota:

[1] - Versão de Almeida, Revista e Corrigida 



Ver o artigo ou a parte seguinte Ver o artigo ou a parte anterior Ver a página principal
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...