quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Composições Cristãs Questionáveis (002)

Bom, continuando com a sessão "Composições Cristãs Questionáveis", segue uma que também foi HIT nas igrejas, mas que no fundo passa uma mensagem bastante estranha:

Restitui

Toque No Altar

Composição: Toque No Altar
Os planos que foram embora
O sonho que se perdeu
O que era festa e agora
É luto do que já morreu
Não podes pensar que este é o teu fim
Não é o que Deus planejou
Levante-se do chão!
Erga um clamor!
Restitui!
Eu quero de volta o que é meu
Sara-me!
E põe teu azeite em minha dor
Restitui!
E leva-me às águas tranqüilas
Lava-me!
E refrigera minha alma
Restitui!...
E o tempo que roubado foi
Não poderá se comparar
A tudo aquilo que o Senhor
Tem preparado ao que clamar
Creia porque o poder de um clamor
Pode ressuscitar!...

Legal, agora vamos pegar por partes:

Não podes pensar que este é o teu fim
Não é o que Deus planejou
Levante-se do chão!


Erga um clamor!

Bom, se a letra sugere que não devemos aceitar a "desilusão" porque Deus não quer isso pra nós, então acho até aceitável; mas se sugere que de alguma frustramos os planos de Deus, então não faz sentido..


Restitui!
Eu quero de volta o que é meu
Sara-me!
E põe teu azeite em minha dor
Restitui!
E leva-me às águas tranqüilas
Lava-me!
E refrigera minha alma
Restitui!...


Aqui me preocupo.. "Eu quero de volta o que é meu"?? Refere-se à condenação no inferno? Aos pecados que Jesus levou na cruz? Á condição de "inimigos de Deus"??

Alguém pode dizer que esse trecho se refere ao sonhos perdidos, que devem ser restaurados por Deus.. Mas eu pergunto: Devem mesmo ser restituídos??

Será que o melhor não seria pedir a Deus que faça Sua Vontade em nossas vidas ao invés de focarmos nas nossas vontades?

Será que nossos sonhos são o melhor pra nós? Será que deixar de colher os frutos de algumas vontades nossas não faz parte da própria ação de Deus de nos moldar?

Será que eu devo pedir de volta o que é meu? Como se Deus tivesse que nos dar por ser algum direito nosso? Ou será que meu pedido deve ser somente "que se faça Sua Vontade"?

E o tempo que roubado foi
Não poderá se comparar
A tudo aquilo que o Senhor
Tem preparado ao que clamar
Creia porque o poder de um clamor
Pode ressuscitar!...

Será que o tempo foi mesmo roubado ou você ganhou com isso, já que tudo coopera para o bem daqueles que amam a Deus?



CONCLUSÃO:

A mensagem da música soa (pelo menos pra mim) como uma "requisição do ser humano perante Deus.. É uma pessoa querendo de volta seus desejos e planos, que agora estão ofuscados..

Isso me preocupa porque a bíblia diz que nossa natureza é pecaminosa, que nosso coração é enganoso e que estamos mortos em pecados; mas que graças a ação de Deus em nós somos transformados em novas criaturas..
Essa transformação nos coloca submissos à Sua Vontade, sabendo que ela é Boa, Perfeita e Agradável;

Então, lendo essa mensagem, me parece que a música sugere um retrocesso, um desejo que retornar ao "EU", "ao que é meu" e por isso eu sempre torci o nariz pra essa música...

Em  nenhum trecho da música existe ao menos uma citação à possibilidade de que esta condição à qual se quer retornar possa ser um erro, baseada em nossas falhas, então é o tipo de música focada no "EU", que eu detesto...

E é isso aí.. Aguardo os comentários...


Juliana disse...

E eu era tão besta que me acabava de chorar com essa música! :(

Gostei tanto na primeira vez que ouvi na igreja que comprei um CD pirata pra mim.

Mas graças a Deus que não leva em conta o tempo da ignorancia...rs

Barrabás disse...

É mesmo, dona Juliana.. Sorte sua.. rs

Eu nunca gostei da música, mas muito disso acho que é graças a meu preconceito com as músicas gospel mesmo.. rs

Nice x) disse...

Jeremias 29:11: "Pois eu bem sei os planos que estou projetando para vós, diz o Senhor, planos de paz, e não de mal, para vos dar um futuro e uma esperança." E pelo fato de que meu Pai disse: "Porque meus pensamentos não são os vossos pensamentos; nem os vossos caminhos os meus caminhos, diz o Senhor!", concluo que o autor da letra se referia aos sonhos que Deus tem para cada um dos seus, aqueles sonhso que não iremos morrer enquanto não vermos a obra que Ele iniciou se cumprir.

Zacarias 9:11-12: "Quanto a ti, Sião, por causa do sangue da tua aliança, tirei os teus cativos da cova em que não havia água. Voltai à fortaleza, ó presos de esperança; também, hoje, vos anuncio que tudo vos restituirei em dobro."
Um dos exemplos mais lindos na bíblia de restituição: “ Mudou o Senhor a sorte de Jó, quando este orava pelos seus amigos; E Deu-lhe o dobro de tudo o que antes possuía.” Jó 42:10
Concluo que Deus me restitui tudo aquilo que o Inimigo veio e roubou, matou e destruiu. A Paz de jesus amigos :)

Barrabás disse...

Nice, obrigado pelo comentário!!

Observe nos exemplos que vc citou que é Deus quem agiu restituindo, não houve "cobrança" da pessoa a respeito disso..

Na música que citei o autor exclama "quero de volta o que é meu!", mas e quem disse que ele tem esse direito??

Voltando ao caso de Jó, lembremos que tudo que ele perdeu foi por permissão de Deus, então por mais que o diabo aja contra nós, somente poderá fazer aquilo que Deus permitir..

Lembrando ainda que "tudo coopera para o bem daqueles que amam a Deus", a verdadeira reação do autor deveria ser repousar sua confiança em Deus, pois mesmo que não fosse restituído daquilo que perdeu, certamente o que Deus lhe permitiu passar seria o melhor pra ele, porque a Vontade DEle é boa, perfeita e agradável..

Ver o artigo ou a parte seguinte Ver o artigo ou a parte anterior Ver a página principal
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...