domingo, 7 de agosto de 2011

A SOBERANIA DE DEUS

AULA DE EBD: 27 de março de 2011




INTRODUÇÃO


·       Tudo que existe começa em Deus (Gênesis 1.1).
·       Ele é o Criador de tudo Nos céus, estabeleceu o Senhor o seu trono, e o seu reino domina sobre tudo (Salmos 103.19).
·       Ele é o “Deus Altíssimo” (Gênesis 14.18).
·       "Deus Todo-poderoso” (Gênesis. 17.1; Apocalipse 1.8).
·       "Soberano Senhor" (Deuteronômio 3.24; Apocalipse 6.10).
A. W. Pink definindo a soberania de Deus, declara:
“Que queremos dizer com esta expressão? Queremos afirmar a supremacia de Deus, a realeza de Deus, a divindade de Deus. Dizer que Deus é soberano é declarar que Deus é Deus. Dizer que Deus é soberano é declarar que Ele é o Altíssimo, o qual tudo faz segundo sua vontade no exército dos céus e entre os moradores da terra (Deuteronômio 4.35). Dizer que Deus é soberano é declarar que Ele é onipotente, possuidor de todo o poder nos céus e na terra, de tal maneira que ninguém pode impedir os seus conselhos, contrariar os seus propósitos ou resistir à sua vontade (Salmos 115.3). Dizer que Deus é soberano é declarar que Ele "governa as nações" (Salmos 22.28) estabelecendo reinos, derrubando impérios e determinando o curso das dinastias, segundo o seu agrado. Dizer que Deus é soberano é declarar que Ele é o "Único Soberano, o Rei dos reis e Senhor dos senhores" (1 Timóteo 6.15). Este é o Deus da Bíblia.”
EXPOSIÇÃO


1. DEUS TEM UM PLANO
Deus tem um plano (Efésios 1.9-11). É inconcebível que o Deus de sabedoria infinita criasse o mundo sem um plano definido. Esse plano é chamado pelos teólogos reformados de "Decretos de Deus". "Os Decretos de Deus são o seu eterno propósito, segundo o conselho de sua vontade, pelo qual, para sua própria glória Ele tem predestinado tudo o que acontece" (Catecismo de Westminster).
Esses decretos são classificados em duas categorias:
Decreto Positivo - Deus mesmo faz aquilo que Ele resolveu fazer.
Decreto Permissivo - Deus permite aquilo que Ele resolveu permitir.
Através da Bíblia podemos detectar algumas características desse plano de Deus.
1.1. O Plano de Deus é Eterno
O plano de Deus foi concebido antes da criação de tudo."... assim como nos escolheu, nele antes da fundação do mundo..." (Efésios 1.4).
1.2. O Plano de Deus é Imutável
Deus, por ser imutável em seu ser, o seu plano também não muda. "... que desde o princípio anuncio o que há de acontecer e desde a antigüidade, as cousas que ainda não sucederam; que digo: o meu conselho permanecerá de pé, farei toda a minha vontade" (Is 46.10).
1.3. O Plano de Deus Abrange todo o Curso da História
O plano de Deus abrange os fatos históricos de Gênesis a Apocalipse, "...de um só fez toda a raça humana para habitar sobre toda a face da terra, havendo fixado os tempos previamente estabelecidos e os limites da sua habitação" (Atos 17.26).
1.4. O Plano de Deus Inclui os Acontecimentos Particulares
Deus planeja os acontecimentos de cada pessoa. "Deus me enviou adiante de vós, para conservar vossa sucessão na terra e para vos preservar a vida por um grande livramento. Assim, não fostes vós que me enviastes para cá, e sim Deus..." (Gênesis 45.7-8).
1.5. O Plano de Deus Inclui os Eventos Casuais
Sorte e Azar não fazem parte dos acontecimentos. A sorte se lança no regaço, mas do Senhor procede toda decisão (Provérbios 16.33).
1.6. O Plano de Deus Abrange os Atos Bons e Maus dos Homens
"Pois somos feitura dele, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nelas" (Efésios 2.10).
"O Senhor fez todas as coisas para determinados fins e até o perverso, para o dia da calamidade" (Provérbios 16.4).
1.7. No Plano de Deus os Atos Maus são Controlados de modo que Redundem em Bem
As coisas desagradáveis que acontecem são transformadas em benefícios. Vós, na verdade, intentastes o mal contra mim; porém Deus o tornou em bem, para fazer, como vedes agora, que se conserve muita gente em vida (Gênesis 50.20).
2. A AÇÃO SOBERANA DE DEUS
A soberania de Deus é universal e absoluta. Deus que é infinito em poder, sabedoria, santidade e amor controla e dirige todos os acontecimentos do Universo.
2.1. Deus é Soberano na Administração do Seu Plano
As leis da natureza, o curso da História e a vida de cada pessoa estão sob o controle de Deus (Hebreus 1.3; Colossenses 1.17; Atos 17.28; Efésios 4.6). O controle providencial de Deus abarca A Natureza (Êxodo 9.26; Mateus 5.45; Atos 14.17), A Criação Animal (Mateus 10.29; Deuteronômio 6.22; Gênesis 6.19-20), As Nações (Deuteronômio 4.17; Isaías 40.15; Salmos 47.7), Cada Pessoa (Provérbios 16.9; Romanos 11.36; Atos 18.9) e as Ações Humanas (Ezequiel 36.27; Atos 4.27; Salmos 76.10).
2.2. Deus é Soberano na Salvação
"A Salvação pertence ao Senhor!" - exclama o profeta Jonas. Logo, uma pessoa só pode ser salva se o Senhor lhe conceder a salvação. Conforme o ensino bíblico, a salvação fundamenta-se na eleição divina: "Entretanto, devemos sempre dar graças a Deus por vós, irmãos amados pelo Senhor, porque Deus os escolheu desde o princípio para a salvação, para santificação do Espírito e fé na verdade..." (2 Tessalonicenses 2.13). Primeiro Deus fez a escolha eterna, depois a santificação do Espírito e finalmente a fé na verdade. É o que registra Atos 13.48: "Os gentios, ouvindo isto, regozijavam-se e glorificavam a palavra do Senhor, e creram todos os que haviam sido destinados para a vida eterna."
(Veja os textos João 1.12-13; 3.8; 6.37-40; 10.26-30; Romanos 9.19-29; Efésios 1.3-14; 1 Pe 1.1-2).
CONCLUSÃO
A primeira e mais importante decisão da sua vida é reconhecer a Soberania de Deus. No céu está o nosso Deus e tudo faz como lhe agrada (Salmos 115.3). Este é o primeiro passo para um relacionamento pessoal com Ele. Precisamos reconhecê-lo como Ele é, o seu poder e a sua soberania.


Ver o artigo ou a parte seguinte Ver o artigo ou a parte anterior Ver a página principal
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...