segunda-feira, 8 de agosto de 2011

A SOBERANIA DE DEUS (continuação 01 de 02)

AULA DE EBD:  03 de abril de 2011

Deus se arrepende??


SIM
Gênesis 6:6
Então arrependeu-se o SENHOR de haver feito o homem sobre a terra e pesou-lhe em seu coração.


NÃO
Números 23:19
Deus não é homem, para que minta; nem filho do homem, para que se arrependa; porventura diria ele, e não o faria? Ou falaria, e não o confirmaria?


A resposta correta é "NÃO"
O que acontece aqui é a chamada "antropopatia"..


Antropopatia (ou atropopatismo) é uma palavra de origem grega, proveniente de duas palavras, anthropos, "Homem" e pathos, "afeto" ou “paixão”.


É portanto a atribuição de sentimentos humanos a DEUS.


Observando que Deus é Espírito e não possui sentimentos iguais aos humanos, essa é uma forma que o homem usa para aproximar do seu entendimento os sentimentos de Deus. 
Jeremias 18 
 7 No momento em que falar contra uma nação, e contra um reino para arrancar, e para derrubar, e para destruir,
 8 Se a tal nação, porém, contra a qual falar se converter da sua maldade, também eu me arrependerei do mal que pensava fazer-lhe.
 9 No momento em que falar de uma nação e de um reino, para edificar e para plantar,
10 Se fizer o mal diante dos meus olhos, não dando ouvidos à minha voz, então me arrependerei do bem que tinha falado que lhe faria.

Nesse texto o que vemos é a promessa divina da retribuição aos atos humanos.. Se o povo der ouvidos ao chamado ao arrependimento então Deus não os punirá, e, da mesma forma, se passarem a não buscarem mais a Sua Vontade não serão abençoados..

Tendo em vista que é Deus que opera tanto o querer quanto o efetuar (Filipenses 2:13), então o próprio "ouvir" não é só previsto mas também determinado por Ele, não havendo então como se cogitar "mudança divina de planos".


1. A ORAÇÃO E SEUS EFEITOS 


1.1. A oração “move o coração de Deus”?


Há quem diga que se não for desta forma a oração não faz sentido, mas...
  • Como poderíamos ter a ousadia de interferir nos conselhos do Altíssimo, com nossas limitações “mentais” e corações “corruptos” ?? (Romanos 11:33; Jeremias 17:9)
  • Se o plano de Deus é Eterno, Imutável, Abrange toda a História, Inclui os Acontecimentos Particulares e Eventos Casuais e Abrange e controla todos os atos dos homens; como poderia uma criatura alterar esse plano ??
  • Se a Vontade de Deus é Boa, Perfeita e Agradável,  porque eu deveria tentar mudá-la ?? (Romanos 12:2)

Citações sobre oração e Vontade de Deus:
"Seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu." Que significa isto? 
"A boa e misericordiosa vontade de Deus é feita sem a nossa oração. Mas pedimos nesta oração que ela seja feita também entre nós."

Martinho Lutero (Martin Luther)


Os crentes não oram com a intenção de informar a Deus a respeito das coisas que Ele desconhece, ou para incitá-lo a cumprir o seu dever, ou para apressá-lo, com se ele fosse relutante. Pelo contrário, eles oram para que assim possam despertar-se e buscá-lo, e assim exercitem sua fé na meditação das suas promessas, e aliviem suas ansiedades, deixando-as nas mão dele; numa palavra, oram com o fim de declarar que sua esperança e expectativa das coisas boas, para eles mesmos e para os outros, está só nele"
João Calvino (Jean Calvin) 



“Com efeito, os seus santos, com uma vontade santa por Ele inspirada, querem que se façam muitas coisas que não chegam a ser feitas; como rogam piedosa e santamente por alguns, mas Ele não faz o que lhe pedem, sendo Ele quem, pelo Seu Espírito, causa neles essa vontade de orar. Por isso, quando os santos querem e rogam, em conformidade com Deus, que cada um seja salvo, podemos dizer, segundo esse tipo de expressões: Deus quer, mas não faz; dizemos então que Ele quer no sentido de que Ele faz com que os outros queiram. Mas, conforme essa vontade, que é sua e eterna como a sua presciência, claro está que tudo o que quis no Céu e na Terra, tanto passado e presente como futuro, fê-lo jáMas antes que chegue o tempo em que se cumprirá como Ele quis o que antes de todos os tempos Ele previu e determinou, nós dizemos: Acontecerá quando Deus quiser; mas se ignoramos, dum acontecimento, não só o momento em que virá a acontecer, mas também se chegará a acontecer, então dizemos: Acontecerá se Deus quiser; não porque Deus venha a ter então uma vontade nova que antes não tinha, mas porque só então acontecerá aquilo que desde toda a eternidade está preparado pela sua vontade imutável."
Agostinho de Hipona
1.2. A oração e seus efeitos

Tiago 5
13 Está alguém entre vós aflito? Ore. Está alguém contente? Cante louvores.
14 Está alguém entre vós doente? Chame os presbíteros da igreja, e orem sobre ele, ungindo-o com azeite em nome do Senhor;
15 E a oração da fé salvará o doente, e o Senhor o levantará; e, se houver cometido pecados, ser-lhe-ão perdoados.
16 Confessai as vossas culpas uns aos outros, e orai uns pelos outros, para que sareis. A oração feita por um justo pode muito em seus efeitos.
17 Elias era homem sujeito às mesmas paixões que nós e, orando, pediu que não chovesse e, por três anos e seis meses, não choveu sobre a terra.
18 E orou outra vez, e o céu deu chuva, e a terra produziu o seu fruto.
19 Irmãos, se algum dentre vós se tem desviado da verdade, e alguém o converter,
20 Saiba que aquele que fizer converter do erro do seu caminho um pecador, salvará da morte uma alma, e cobrirá uma multidão de pecados.


A oração muda as coisas, mas ela não muda a mente de Deus. A razão pela qual a oração muda as coisas mas não muda a mente de Deus é que Ele determinou que a oração fosse um meio eficaz pelo qual realizasse o Seu próprio propósito. Este meio eficaz é essencial para a sua realização. Quando temos um entendimento correto da soberania de Deus, reconhecemos que Deus estabeleceu um plano no qual não somente os efeitos mas as causas também são ordenadas. Não podemos separar as causas dos efeitos ou os efeitos das causas. 


1.3. A oração de Ezequias mudou os planos de Deus? (2 Reis 20, Isaías 38)
  • Foram acrescentados 15 anos de vida a Ezequiel (2 Reis 20:6)
  • Quando ele faleceu, seu filho Manassés reinou em seu lugar (2 Reis 20:21
  • Manassés começou a reinar com 12 anos (2 Reis 21:1
  • Ou seja, Manassés nasceu 3 anos depois de Ezequiel ser curado.  

Abraão gerou a Isaque;
Isaque gerou a Jacó;
Jacó gerou a Judá e a seus irmãos;
(...)
Jessé gerou ao rei Davi;
Davi gerou a Salomão;
Salomão gerou a Roboão;
(...)
Acaz gerou a Ezequias;
Ezequias gerou a Manassés;
Manassés gerou a Amom;
Amom gerou a Josias;
(...)
Matã gerou a Jacó;
Jacó gerou a José, marido de Maria, da qual nasceu JESUS.

Isaías veio e disse: "Ezequias, você vai morrer, sua doença é incurável, ponha sua casa em ordem". Ele se virou para a parede e começou a orar; e antes que Isaías saísse fora do palácio, foi-lhe ordenado que voltasse e dissesse: "Você ainda viverá mais quinze anos". Vocês podem pensar que isso prova que Deus muda; mas realmente eu não posso ver nisso a menor prova possível. Acaso vocês acham que Deus não sabia que isso aconteceria? Ora, Deus sabia disso; Ele sabia que Ezequias viveria. Então Ele não mudou, pois se Ele sabia disso, como poderia mudar? Isso é o que eu quero saber. Entretanto, vocês sabem de uma coisa? - que Manassés, filho de Ezequias, até aquele momento ainda não havia nascido e que se Ezequias tivesse morrido, não haveria nenhum Manassés, nenhum Josias e nenhum Cristo, porque Jesus veio ao mundo dessa genealogia. Vocês verão que Manassés tinha doze anos quando seu pai morreu; de forma que ele nasceu três anos depois disso acontecer. E vocês não crêem que Deus decretou o nascimento de Manasses e o pré-conheceu? Certamente. Então Ele decretou que Isaías deveria ir e dizer a Ezequias que a doença dele era incurável e também dizer ao mesmo instante, "mas Eu te curarei e ficarás vivo". Deus agiu dessa maneira para incitar Ezequias à oração. Ele falou, em primeiro lugar como um homem. "De acordo com toda a probabilidade humana sua doença é incurável e você vai morrer." Então Ele esperou até que Ezequias orasse; então, veio um pequeno "mas" ao término da frase. Isaías não tinha terminado a frase. Ele disse, "você tem que pôr sua casa em ordem pois não há nenhuma cura humana; mas (e então ele caminhou para fora. Ezequias orou por um instante e então ele (Isaías) entrou novamente, e disse) "eu te curarei".   
(C. H. Spurgeon)


Ou seja, se foi a oração de Ezequias que mudou o plano de Deus então o próprio nascimento de Cristo poderia não ter acontecido?? Obviamente que não..



Um exemplo prático:

A pessoa não orou por outra, que acabou falecendo tempos depois.


Não há porque crer que a história deveria ter sido outra..

  • O tempo de vida de cada um já está definido.

Salmos 139:16
“Os teus olhos viram o meu embrião; todos os dias determinados para mim foram escritos no teu livro antes de qualquer deles existir.” 

  • A oração pode mudar o curso natural das coisas da forma como as "enxergamos", mas somente se essa mudança for da Vontade de Deus, que não mudaA oração é um meio que Deus providenciou para um fim específico, mas é Ele que determina tanto o “meio” quanto o “fim



Ver o artigo ou a parte seguinte Ver o artigo ou a parte anterior Ver a página principal
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...