quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

A Fé é como um parasita?? (parte 1)


Depois de uns 15 anos sem ir ao cinema, em 2010 eu fui ao cinema para assistir "A Origem", e gostei tanto que fui uma 2ª vez e comprei o DVD poucos dias depois de lançado (mês passado)..

Dias atrás eu assisti novamente, e tenho que dizer que é um dos melhores filmes que eu já vi..

Para quem nunca viu, eu recomendo e aviso que daqui pra frente encontrarão um leve spoiler.. rs

A história contém elementos que certamente agradam aqueles que assim como eu se interessam pelo estudo da mente humana, além de várias cenas de ação esbanjando efeitos especiais..

São 127 minutos de filme, mas é importante que se preste atenção do início ao fim, para que consiga captar os detalhes que aos poucos vão explicando a história..

Agora sim os verdadeiros spoilers:

Dom Cobb lidera uma equipe que trabalha para a Cobol Engineering, uma empresa especializada em entrar na mente das pessoas e extrair informações secretas..

Eles tem um equipamento que induz a pessoa a "sonhar", mas o "universo" do sonho é construído pelo arquiteto desta equipe (que durante o filme passa a ser a jovem Ariadne). Nesse sonho, há ainda as projeções criadas pelo sub-consciente daquele que é a vítima desse serviço, e que quando percebem que se trata de um sonho, tratam de atacar aquele que o criou..


Um empresário (Saito) os contrata com uma nova proposta, que é a de alterar uma idéia na mente de seu concorrente (Fisher), a fim de impedir que ele monopolize a produção de energia.. Sendo assim, Cobb e a equipe tem de inserir uma nova idéia na mente de Fisher, para que ele acabe com o império construído por seu pai..

Nesse contexto, depois de muito planejamento eles partem para a ação e conseguem cumprir a missão, mas o filme termina deixando alguns pensamentos no ar e questionando até se tudo que havia acontecido teria sido mesmo a realidade ou somente um sonho na mente de Dom Cobb, tanto que em determinados momentos ele parece confuso, não tendo convicção se o que vive é a realidade ou se está dentro de um "universo" que não existe..

Bom, dito isso, é importante ainda mencionar um conceito que Cobb menciona no filme: 

"Qual é o parasita mais resistente? Uma bactéria? Um vírus? Não. Uma ideia! Resistente e altamente contagiosa. Uma vez que uma idéia se apodera da mente, é quase impossível erradicá-la. Uma idéia que é totalmente formada e compreendida, permanece"

O enredo do filme se desenvolve em torno disso, sendo que para que o plano desse certo, ao plantar uma idéia na mente de Fisher, reconstruíram o próprio relacionamento que o empresário que tinha com seu pai.. Ou seja, alterando a fonte desse relacionamento, essa idéia alterada se disseminou e mudou todos os planos do empresário..

E aí eu pergunto: A fé que desenvolvemos é algo que foi inicialmente inserido em nossas mentes ou nós mesmos que a criamos??

Se entendermos que nossa é um conjunto de idéias que formamos baseado em experiências pessoais (tanto ativamente como passivamente), se a idéia inicial que gerou todo esse conjunto fosse alterada perderíamos todo o resto?? A própria Salvação então seria perdida??

E como saber qual é essa idéia inicial que gera a FÉ?? Como ela foi plantada em nossas mentes??






Leandro de F. Mendes disse...

E quem teria inserido a FÉ em nossas mentes?

Barrabás disse...

Não perca a próxima postagem.. rs

estevao disse...

Fiquei curioso com o filme, vou ver hoje....
e......depois comento.
xD

Barrabás disse...

Então Estevão.. A mensagem do filme em si não tem nenhuma alusão ao cristianismo, eu que viajo mesmo.. rs

Marcelo Oliveira disse...

Olá irmão Barrabás!
Seu blog é muito bom e desde já estou seguindo. Com relação as perguntas que o irmão enviou, vou tentar ajudar, seria mais ou menos assim: A base do reino sempre foi amor e justiça. Como tal, até chegar em Moisés, o conhecimento acerca da vontade de Deus, que incluia a Lei e a graça, era transmitido de boca e em boca . Existem 3 passagens que lançam luz sobre o tema: Ex 17:14, Ex: 23-25 e Gl 3:8
Com relação a Cam e Canaã, Noé estava fazendo uma projeção do que seria a geração de Cam. Como a dizer: Assim como como ele é rebelde, irreverente,também será a geração dele. Claro que o neto não teve culpa pela bobagem do pai,porém a geração de Cam refletiu ao longo do tempo, um comportamento similar ao de seu patriarca, como é demonstrado de Gn 10 em diante.Foi dessa linhagem que surgiram os inimigos do povo hebreu. Obrigado irmão, pelas perguntas. Espero ter ajudado.

Ver o artigo ou a parte seguinte Ver o artigo ou a parte anterior Ver a página principal
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...