quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

A Fé é como um parasita?? (parte 2)

Eu perguntei na postagem anterior
A fé que desenvolvemos é algo que foi inicialmente inserido em nossas mentes ou nós mesmos que a criamos??
Se entendermos que nossa FÉ é um conjunto de idéias que formamos baseado em experiências pessoais (tanto ativamente como passivamente), se a idéia inicial que gerou todo esse conjunto fosse alterada perderíamos todo o resto?? A própria Salvação então seria perdida??
E como saber qual é essa idéia inicial que gera a FÉ?? Como ela foi plantada em nossas mentes??


E agora vou expôr o que eu penso sobre isso.. 
A narrativa está na 1ª pessoa justamente por ser minha opinião, mas se você concordar entenda-se incluso (a) nos exemplos..


Partindo do conceito apresentado pelo filme sobre as idéias (que eu acho bastante coerente), nossas opiniões tendem a ser formadas pelo conjunto de idéias que temos a respeito de certo assunto..

Por exemplo, se eu gosto de "Mais Por Menos Cola Limão" (que acho que nem existe mais =[ ) isso deve-se pelo menos ao fato de eu ter provado esse maravilhoso refrigerante e apreciado seu sabor adocicado porém ácido.. Essas experiências me geraram uma opinião a respeito do refrigerante, que é totalmente excelente!!!

Outro exemplo: se eu detesto a teologia da prosperidade, o que pode ter gerado esse sentimento é a safadeza dos líderes que enriquecem às custas dos crentes "inocentes" somado à distorção bíblica que fazem para defender essa doutrina, e por aí vai..

Resumidamente, a concepção que tenho a respeito de determinados acontecimentos ajuda na construção de algo maior, que eu poderia chamar de conceito, e esse conceito serve para definir o "objeto" em questão..

Ou seja, baseado em detalhes que se somaram em minha mente, os conceitos são construídos.. E é importante notar que esses conceitos são responsáveis inclusive pela formação de meu caráter e personalidade..

Cabe ainda dizer que existem inúmeros fatores que influenciam na formação da minha personalidade, sejam a família que tenho, o local onde nasci, a classe social em que estou inserido, os hábitos e costumes das pessoas que me cercam, etc.. Esses são fatores que não dependem unicamente das minhas escolhas, mas que também contribuem para que eu forme conceitos a respeito de tudo..

E o que dizer da FÉ salvífica??

A bíblia diz que a fé é um dom de Deus (Efésios 2:8), logo, entendo que não é algo meramente lógico e que possa ser construído com a soma de alguns conceitos, pelo contrário, é justamente ela que propulsiona todo o resto..


Usando o exemplo do filme, é como se Deus tivesse feito uma inserção da FÉ em minha mente..

Se eu admitisse que a fé é algo que parte de mim em resposta a um chamado ou uma oferta, fatalmente eu também admitiria que eventos ou fenômenos contrários a essa fé poderiam fazer com que eu mudasse de idéia, a abandonasse e a negasse, mas aí a bíblia diz que isso é impossível (Romanos 8:38-39)

Ou seja, se nada pode nos separar do amor de Deus, então a "idéia" que dá origem e sustenta a FÉ não pode ser alterada, é imutável.. 
Então se uma pessoa se diz ex-cristã, só posso concluir que a base no qual a FÉ dela se sustentava estava errada, pois se fosse a base correta, não haveria mudança e não haveria como todo o conceito criado a partir dela cair por terra..


Portanto, eu entendo que se FÉ é algo que nós criamos em resposta ao chamado de Deus, podemos perdê-la pelo simples fato de qualquer outra idéia contrária a ela se desenvolva e a substitua, mas se é algo que Deus "insere" em nossas mentes, então é imutável.


E como fruto dessa fé, é bom ressaltar que as boas obras foram preparadas para que andássemos nelas, logo, a fé inserida em nossas mentes altera toda a nossa essência, nos tornando novas criaturas, com novas atitudes e pensamentos renovados.. Ou seja, essa fé molda nossas próprias vontades e ações..


Por isso sejamos gratos a Deus por Sua Graça e Misericórdia, que nos resgata de nossa morte espiritual, nos dando a FÉ que nos acompanhará até o fim!!!


AMÉM!


Nice x) disse...

"A Fé vem pelo ouvir e ouvir a palavra de Deus." "De fato, sem fé é impossível agradar a Deus, porquanto é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe e que se torna galardoador dos que o buscam."

Os versículos acima citados mostram que a Fé é inerente ao cristão, daí se origina a palavra "Crente" para definir um evangélico (acho um tanto quanto redundante ser chamado de Crente).
Portanto a Fé é o que nos dá plena certeza de que seremos atendidos pelo Pai quando entrarmos na presença dEle confiantes. Profetiza, Creia e Receba :)

Barrabás disse...

Sem dúvidas, Nice.. A fé é o que nos traz salvação, mas mais que isso nos traz transformação de vida..

Lembrando que a fé é dom DEle, e que somente seremos atendidos quando nossa Vontade for a mesma que a DEle.. ;)

estevao disse...

Frezza, meu amigo, vi o filme, e achei super interessante. xD
Parabéns pela sua exposição sobre esta questão da fé, relacionando com a idéia do filme, tô contigo quanto à fé não poder ser "construída" por fatores que nos cercam ou por força de alguém(qualquer coisa deste tipo seria simples crendice), mas que é um dom de Deus somente para os que creem.
Dá uma olhada neste vídeo, que ví alguma tempo atráz, achei "suspeito" e gostaria de sua opinião, já que diz respeito à questão, pelo menos em parte......http://www.youtube.com/watch?v=2VBUTYPP0J4
Eis o vídeo......

Barrabás disse...

Estevão, valeu pelo comentário!!

Eu vou separar um tempo pra ver esse vídeo, mas ao abrir e ver o Benny Hinn já "me deu coisas".. rs

Eu tenho nojo desse cara.. rs

Depois vejo e comento o que achei, blz?

Barrabás disse...

Finalmente vi o vídeo do Benny Hinn e tirando alguns detalhes eu gostei.. Depois quem sabe eu posto a respeito.. ;)

Ver o artigo ou a parte seguinte Ver o artigo ou a parte anterior Ver a página principal
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...