quinta-feira, 5 de maio de 2016

O pastor que derrotou Thor



O dia em que Thor foi derrotado por um discípulo de Cristo


A história nos conta que um missionário inglês chamado Wynfrith (680-754), mais tarde conhecido como São Bonifácio (o que faz o bem) - o “Apóstolo da Alemanha”-, viajou com um pequeno grupo de pessoas para a região da Baixa Saxônia (ou Germânia) a fim de anunciar o nome de Jesus Cristo, aproximadamente no ano 723. Ele conhecia uma comunidade de pagãos perto de Geismar que, no meio do inverno, realizavam um sacrifício humano (onde a vítima normalmente era uma criança) a Thor, o deus do trovão, na base de um carvalho o qual consideravam sagrado e que era conhecido como “O Carvalho do Trovão”Para aquele povo, o "deus trovão" protegia aquela árvore mística e aquele era um lugar de peregrinação onde as pessoas iam para ser abençoadas. 

Bonifácio, acatando o conselho de um irmão bispo, quis destruir o Carvalho do Trovão não somente a fim de salvar a vítima a ser sacrificada, mas também para mostrar àqueles pagãos que ele não seria derrubado por um raio lançado por Thor. Bonifácio pegou um machado e, diante de uma multidão temerosa, começou a cortar o tronco da árvore. 
Os sacerdotes pagãos estavam certos de que seus deuses lançariam um raio do céu para fulminar aquele pastor cristão, todavia, nada aconteceu. 
Vendo aquela idolatria, Bonifácio fez um desafio para eles. Disse que iria cortar a árvore, e se o "deus trovão" fosse um deus vivo e verdadeiro ele o impediria e o mataria. Então cortou aquela árvore e nada aconteceu. 
Os sacerdotes fugiram da cidade, desacreditados pelo povo, que foi então tocado por Deus e passou a dar ouvidos ao evangelho pregado por Bonifácio. Depois, usando o tronco daquela árvore, Bonifácio cortou as madeiras e usou para edificar o primeiro templo cristão entre os Vikings da história.

Alguns estudiosos especulam que foi nesta história que surgiu a árvore do natal, pois no lugar onde caiu o grande carvalho havia um pinheirinho que miraculosamente teria ficado intacto, mesmo com a queda do carvalho por cima dele. Teria surgido daí a associação do pinheirinho com o nascimento de Jesus devido ao fato ter ocorrido na época de Natal, mas não há certeza sobre esta história. 

O que é certo é que depois da queda do carvalho de Thor o povo daquela região se rendeu ao poder do Deus verdadeiro. 

Hoje, séculos depois do trabalho de São Bonifácio, muita coisa já aconteceu: a igreja de Bonifácio se corrompeu, Deus levantou um monge agostiniano para reformá-la, a pena tornou-se mais forte que a espada (que o martelo e o machado também), e os deuses desta história viraram super-heróis dos quadrinhos e dos cinemas. 

Só uma coisa não mudou: o poder de Deus. 
Seu Evangelho continua poderoso para derrubar ídolos falsos e converter o coração das pessoas. Para que adorem ao Criador, o Único Deus, ao invés de criaturas ou objetos projetados pelos próprios homens.

Acreditemos neste poder e proclamemos as boas-novas a todos!!



Informações obtidas de:



Ver o artigo ou a parte seguinte Ver o artigo ou a parte anterior Ver a página principal
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...